E cá estamos nós, mais uma semana, mais um Liiv Bistrô. Deste feita, as receitas foram muito fáceis de escolher porque o ingrediente-estrela é, nada mais, nada menos, que um dos meus favoritos de todo o sempre: MASSA FOLHADA!

Também conhecida como o “recurso de quem não percebe um boi de cozinha”, como moi même, para mim é uma das iguarias de maior recurso. Tudo o que me sobra, meto em massa folhada. Engorda? Naturalmente que sim. Mas a vida é feita destas escolhas, destas nuances e destas indulgências também. Por isso, aqui ficam 5 receitas-maravilha para as aficionadas desta pequeno colosso do palato. Como é óbvio, compro a massa folhada já feita, que isto aqui não há heróis.

Segunda-feira

Esta é uma receita perigosa porque o seu resultado se come de uma vez só. Uma ida à cozinha a fingir que temos imensa sede, damos de caras com estes bombons salgados e pumba, vai um logo ali, o outro para o caminho. Em minha casa, já chegaram a aguentar umas três horas mas foi o máximo. Arranjem uma boa forma para muffins e depois é meter tudo lá para dentro. Cuidado a partir os ovos para colocar no topo, às vezes a coisa falha. Comigo, naturalmente.

Terça-feira

Parecem pequenos e gordinhos pastéis. E são. Além de que são, igualmente, a melhor maneira de comer brócolos. A receita diz para usarem cheddar, mas os verdadeiros apreciadores de queijo, como eu, gostam de uma coisa mais forte. Eu uso Emmental ou Queijo da Ilha, esta última uma versão mais “bomba calórica”. O que eles chamam nesta receita cream cheese é uma coisa tipo queijo Filadélfia, que eu não gosto. Uso ricota ou créme fraiche ou qualquer coisa para ligar os brócolos com o queijo. Mas em pouca quantidade. Fica muito, muito bom.

Quarta-feira

Estes “palitos” de parmesão estão à venda em casas da especialidade (tipo Deli Delux) por um balúrdio. De vez em quando comprava mas deixei de o fazer quando descobri esta receita. Isto é, literalmente, esticar a massa, e polvilhar de parmesão à bruta, dobrar e levar ao forno. Há um vídeo neste link, que podem ver como se faz. Mas não é mais do que isto que vos expliquei. Comprem bom parmesão, evitem marca branca, que em queijos não vale, de todo, a pena. E óptimo como entrada ou para enfardar enquanto se vê o Game of Thrones.

Quinta-feira

Esta receita dá perfeitamente para uma refeição. Juntem uma salada ou outros legumes e fica óptima. Não ponham o forno muito alto para não queimar os brócolos. Dou-lhes sempre um entalão antes de o meter no forno porque, de outro modo, ficam duros, encruados. Muito bom para quem gosta de “marmitar”.

Sexta-feira

Esta é a receita que mais vezes faço em minha casa. Somos todos fãs de carne picada e, com o tempo e prática, tenho conseguido acertar no tempero. Compro sempre uma quantidade extra; ora uso para bolonhesa, ora para colocar na massa folhada. Na segunda versão, junto queijo ralado Emmental, coloco-o apenas por cima e é quanto baste para lhe mudar o sabor. Adoro. Mesmo muito, muito.

Fotografia: Istockphoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *